AMUL realiza orientação no Jardim Sensorial de Assis

22/11/2018 08:20 | Última Atualização: 22/11/2018 10:25
Pin It

No dia 17 de outubro a AMUL – Associação da Mulher Unimed de Lins realizou uma Oficina de Orientação e Mobilidade no espaço onde foi inaugurado o Jardim Sensorial de Assis, localizado no Parque “João Domingos Coelho”, o conhecido Parque Buracão. A oficina foi ministrada pela pedagoga Daniela da Silva Atanásio com apoio da diretora administrativa Ana Lúcia de Souza Andrade.

O espaço criado pela Unimed de Assis por meio da sua AMU - Associação da Mulher Unimed e parceiros daquele município, será visitado pelas escolas e monitorados pelos próprios assistidos da AADVAR - Associação de Amigos e Deficientes Visuais de Assis e Região. Esses futuros monitores é que receberam o treinamento para que possam por meio dessas orientações e vivências se familiarizar com o espaço, realizando a localização do piso tátil, das placas de identificação em braille e alto relevo e reconhecimento das plantas distribuídas nos jardins elevados.

Participaram também do treinamento a equipe da Unimed Assis e da Associação da Mulher Unimed de Assis realizando o trajeto com vendas nos olhos vivenciando os benefícios do jardim ao explorar os cinco sentidos: tato, visão, audição, paladar e olfato.

A oficina foi realizada a fim de que os assistidos estejam preparados para orientar os alunos durante as visitas ao Jardim Sensorial, onde as crianças percorrerão o trajeto de olhos vendados e poderão sentir as plantas pelo tato e olfato, manuseando as placas em braille e compartilhando suas experiências. Ao final será realizado um bate-papo, onde os monitores apresentarão as causas da perda da visão e compartilharão suas experiências com os alunos na superação das dificuldades do dia a dia.

Uma característica interessante da atividade é que os alunos conhecerão o Jardim Sensorial com vendas nos olhos, ou seja, todos os participantes conhecerão o local em condição de igualdade aos deficientes visuais. Os alunos serão divididos em grupos com um monitor líder (pessoa com deficiência visual), que passará todas as orientações como: forma correta de caminhar sem a visão, exploração das plantas de forma adequada além de poder conhecer suas características e curiosidades. Todos serão estimulados a explorar os sentidos do tato, audição e olfato, pois muitas plantas são facilmente identificadas pelo seu odor ou textura característica. É importante ressaltar que os monitores não abordarão a utilização dessas plantas como remédios, mas com abordagem voltada às informações históricas, botânicas e ecológicas das plantas.

Os participantes do treinamento foram agraciados com mimos confeccionados pelos assistidos da AMU de Lins que é um potinho de margarina decorado com juta e fita verde e dentro desses vinte (20) sacolinhas de supermercado dobradas e organizadas com o objetivo de estimular o tato para a leitura em braile e também colaborar para a sustentabilidade do planeta, identificados na tampa com um adesivo contendo a descrição e finalidade do trabalho realizado. A presidente da AMU Assis Rosana Conte Boutros e a primeira dama do município foram agraciadas com tapetes de Maxi Crochê realizados pelas assistidas da AMU Lins durante os atendimentos.

Nossos agradecimentos ao apoio e parcerias das Unimeds Lins e Assis, às presidentes da AMUs Mitiko Morimoto Trida e Rosana Conte Boutros, à coordenadora de Responsabilidade Social da Unimed de Assis Ligia Cristina Bellini e à pedagoga Daniela da Silva Atanásio que juntos puderam reforçar um dos princípios do Cooperativismo, promovendo o desenvolvimento sustentado das comunidades.

Pin It